Reserva Águia Branca recebeu mostra de cinema

28/09/2018

Cine.Ema aconteceu dentro da Reserva Águia Branca rodeado da Mata Atlântica, aves, repteis e mamíferos que moram por lá.

Você provavelmente já está acostumado a ver um filme no cinema, no computador ou até mesmo no aconchego da sala de casa. Mas já pensou em uma telona rodeada pela Mata Atlântica? Essa foi a ideia do Cine.Ema itinerante 2018, uma mostra de cinema na Reserva Ambiental Águia Branca, que aconteceu nos dias 17 a 22 de setembro.

O Cine.Ema trouxe como tema “Geração Futura – Pequenos Grandes Aprendizes”, que propôs refletir a necessidade de construir desde pequeno uma consciência sobre sustentabilidade, com ações educacionais, a fim de criar uma população que pense mais nas questões de preservação e conservação do meio ambiente.

Desde 2015 o Cine.Ema é apoiado pelo Ministério da Cultura e realizado em Cachoeiro de Itapemirim, ganhando mais força a cada edição. Com o objetivo de apresentar a riqueza ambiental e aproximar a comunidade do local, o Grupo Águia Branca convidou o Cine.Ema para instalar o projeto na Reserva Ambiental Águia Branca. “O projeto nasceu com a ideia de trazer cultura com uma pegada sustentável, uma forma de educar e trabalhar com a consciência da população. É uma atividade dinâmica e sensível que tenho o maior prazer em realizar”, ressalta um dos realizadores do projeto, Leonardo Alves Ferreira.

A reserva, que fica localizada na cidade de Vargem Alta, no Espírito Santo, recebeu um número recorde de visitas, mais de 700 participantes, que puderam ter um contato mais próximo com a natureza através de oficinas, palestras, apresentações musicais e mostra de filmes premiados. Os moradores da localidade vestiram a camisa e mergulharam no projeto, que teve a participação das mais diversas faixas etárias.

A programação contou com a mostra de cinema, oficinas de observação de aves e oficina ambiental em vídeo. Além do Cine-Eminha, que trouxe filmes de ficção e animação voltados ao público infantil. A criançada também pôde participar de um Papo-nique, um bate papo com piquenique, que trouxe o fotógrafo Léo Merçon para conversar com os pequenos.

“Me sinto feliz de fazer algo que eu amo voltado para um bem, que é conscientizar a comunidade, e poder, através deste projeto, trazer conteúdos relevantes de cinema. Assim dá pra promover o bem estar e alcançar essa consciência ecológica. Por isso não vale a pena parar com esse projeto”, finaliza Leonardo.

 

voltar

empresas do grupo

passageiros

logística

comércio